Filhos de Steve

Temos por costume em este blog deixar de lado as emoções pessoais para tratar de noticias e tendencias sem fazer juízos de valor sobre elas. Fazemos isto para poder apresentar as informações da maneira mais direta e deixando que as vozes dos leitores sejam as mais importantes. Estamos interessados em ouvir vocês. Contudo, hoje queremos incluir a parte pessoal e juntá-la com algumas ideias embrionarias sobre o legado de Steve Jobs para o mundo da tecnologia, dos negócios e, mais importante, o cotidiano.

Ontem, 24 de agosto de 2011, Steve Jobs deixou o cargo de CEO da Apple, empresa que ajudou a fundar na garagem dos pais. Assim que a carta de demissão se fez publica, as redes sociais passaram a ser um contante fluxo de informações e especulações sobre os motivos da saída de Jobs do cargo. As nossas timelines ficaram cheias de mensagens de pessoas lamentando a saída, preocupadas com o futuro da Apple e, claro, uma que outra piada sobre o assunto.

O comentário mais acertado é o de Seth Godin que compara a saída de Jobs com a sensação que um grande torcedor de esportes sente quando aquele jogador estrela sai do time ou decide se aposentar. De alguma forma os usuários da Apple são parte de um time. Participam de conferencias para compartilhar dicas sobre como tirar o maior proveito do Mac, iPhone ou iPods. Compram roupas para mostrar o orgulho de poder dizer I’m a Mac e evangelizam amigos e familiares sobre a superioridade da plataforma. Seja você um destes sujeitos ou não, certamente você conhece alguém próximo que se encaixa nestas descrições.

É de Godin, também, o insight de que o mundo dos negócios não costumava ser pessoal, agora o é. Computadores não costumavam nos fazer rir, agora o fazem. Como consumidores não costumávamos nos importar se um CEO fazia uma decisão ou outra. O culto às celebridades deixou de ser algo exclusivo do mundo das estrelas e atingiu o circulo dos CEO’s. Certamente este é um dos maiores legados que Steve nos deixa: juntar o mundo dos negócios com a arte e uma cultura corporativa que gera usuários apaixonados. Um modo de pensar diferenciado que faz com que os consumidores da Apple tenham crescido constantemente.

Obrigado Steve, te desejamos muito mais do que sorte.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s