A cultura inglesa e os jovens

Querendo o não no mundo atual, muitos mitos culturais ainda existem! O que realmente alguns deles não passam de lendas urbanas.

Um desses mitos é o de que a cultura inglesa é chata e feita de velharias e um sotaque um tanto lento e meloso demais para o mundo globalizado, feroz e yankee.

Quando se fala de estilo e música inglesa, logo se remete a imagem de Beatles ou até mesmo do novo-velho Indie como strokes, The kooks e etc.

Só que a musicalidade inglesa gira em torno de muito mais que isso, nos “guettos” ingleses o hip hop tem tomado uma força muito grande, além dos ritmos eletrônicos como por exemplo o drum n bass.

Tratando-se de undergound o indie nem é mais considerado parte desse termo, o que fez com que ritmos mais comuns em nosso pais como a música eletrônica e o hip hop alcançassem essa camada mais introspectiva dos amantes da música.

E querendo ou não a gente realmente sabe que o undergound é feito de pessoas interessadas por novidades, inovações e cansadas dos velhos padrões musicais instituidos pela mídia.

Mais voltando pro Drum n Bass, a origem dele tem mil e uma caras, a mais conhecida é que ele veio do jungle, tem batidas rápidas com mais ou menos 170 BPM .

O DnB intimimamente falando, remete muito aos anos 80, falando mais do seu final por trazer influências de muitos estilos musicas diferentes como o ragga, o dancehall por exemplo.

Alguns artistas bons da cena podem ser citados como o Inglês do Reino Unido,Spor.

Spor começou a tocar depois de ser apresentado ao mundo do Drum n Bass por um colega de escola,e começou a editar seus sons em um misero programa de ediçao em seu pc.

Quem também se destaca na cena eletrônica londrina é o galês High Constrast.

Como podemos ver nesse vídeo onde a música de Kanye West foi alterada pelas batidas do liquido drum n bass de High.

Na maioria das festas dos guetos londrinos a presença do Drum n Bass como já foi retratado em séries como skins.

O drum n bass se relaciona com a moda através do uso de muitas sportwears, a mais nova brand da adidas, a adidas Originals é um bom exemplo disso.

No Brasil o Drum n Bass se reduz realmente a cultura underground,sendo pouca a presença na mídia,um dos sites a se destacar é o tranquera.org,que trás o mundo dos bass e toda a sua cultura a tona.

Como conhecer melhor o Drum?

Só ouvindo!

Camila D’ Amenti conta um pouco mais para nós:
“Eu particularmente comecei a gostar por influência de alguns amigos que ouviam e a curiosidade começou, fui atrás e acabei curtindo, até ando esperando uns vinis de um amigo como promessa, mais ele não parece se lembrar.
Realmente quando se aprende sobre Bass culture, a música em si, as batidas e o dark drum que particularmente falando é minha vertente preferida, a gente fala do real sentimento de ainda sustentar as vitrolas como asas, por assim dizer.
Aquele velho sentimento de pegar um vinil, botar na agulha, virar, ouvir o lado B e toda a história que ele acompanha, o drum pra mim é isso, uma batida que remete ao passo e ao futuro, sempre nos momentos mais certos”.

E ainda dá para acompanhar no Brasil:
Festa do Tranquera

A festa do tranquera.org é mensal, no Vegas Club,em SP.

O Dj residente é o mestre da Bass culture e music Bruno Belluomini, que é referencia no assunto na America do Sul.
Não achamos data marcada, mas para saber quando é a próxima festa mais informações no site

2 thoughts on “A cultura inglesa e os jovens

  1. Camila D'Amenti

    Acho realmente muito importante retratar o crescimento de novas culturas,e trazer tambem vertentes existentes em culturas que geralmente sao voltadas só pra um tipo musical,ou qualquer outro tipo de segmento.
    é bom lembrar que a bass culture existe nao só na Inglaterra,como tambem no Brasil,mesmo fazendo ainda parte do underground urbano.
    Beijos Lu,e voce sabe,que quando precisar de ajuda call me!

    Reply

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s